quarta-feira, 16 de junho de 2021

As bandeiras dos territórios espanhóis. Catalunha: Capitulo 2:

 


A seguir, continuamos com a descrição das bandeiras das CCAA do Reino da Espanha e a história das mesmas. Trataremos as bandeiras de Catalunha, Ceuta, Canárias e Cantábria:

Catalunha: A bandeira histórica de Catalunha é a tradicional da Coroa Catalano-Aragonesa com fundo amarelo e quatro faixas de cor vermelho atravessando o campo de maneira horizontal. A sua origem está no escudo das linhagens dos Condes de Barcelona. O primeiro testemunho histórico do sinal das quatro faixas aparece em um selo de cera que valida um documento datado de 2 de setembro de 1150, e no qual Ramon Berenguer IV é representado carregando essa simbologia no seu escudo. De qualquer maneira há representações pré-heraldicas da simbologia do vexilo das quatro faixas, como por exemplo as pinturas dos túmulos condais da catedral de Girona de Raimon Berenguer II (1053-1082) e Ermessenda de Carcassonne (972-1058).

Há também que lhe dá uma origem carolíngia, relacionada com a auriflama que servia de pendão imperial, com as suas cores e com um certa estética, mas a lenda que lhe dá origem à Senyera Reial, é de origem valenciano, narrada por Pere Antoni Beuter em uma Chronica General de España, na sua segunda parte, feita em castelhano no século XVI. 

Auriflama carolíngia

Nela fala dos factos acontecidos, precisamente, na Catalunha Carolíngia do século IX, quando o país fazia parte da Marca Hispânica e o Conde de Barcelona, Guifré el Pilós, último conde que recebe o condado dos reis carolíngios e o primeiro em dá-los em herança aos seus filhos, portanto, base da Casa Condal de Barcelona e base da soberania política do que posteriormente seria Catalunha, marca com quatro dedos da sua mão, pintados com o seu sangue, o escudo dourado que portava na batalha contra os normandos. A presença do rei carolíngio de nome Luís, embora não identificado com o seu ordinal, é fundamental nesta narração lendária, pois, após ser abatido o Conde pelos normandos e ferido na batalha, Guifré pede ao seu Imperador Luís que lhe forneça um escudo de armas. O rei aproximou-se dele e molhando os dedos da mão direita do nobre catalão na ferida sangrante levou -os de arriba a abaixo do escudo dourado do Guifré dizendo-lhe: Estas vão ser as vossas armas, Conde.

Senyera Reial

Em tempos modernos e localizada a sua origem em 1918, é conhecida a chamada estelada, bandeira independentista catalã que acrescenta às quatro barras vermelhas sobre fundo amarelo, um triângulo azul e uma estrela branca de cinco pontas dentro do triângulo, seguindo o modelo cubano. O seu criador foi Vicenç Albert Ballester, presidente do Comité pro-Catalunha que dava apoio ao Comité Nacional Catalão que visava uma representação de Catalunha dentro da Sociedade das Nações (antecessora da ONU) que se estava a criar em Suíça criou a bandeira no contexto histórico do final da I Guerra Mundial, a popularidade das independências dos novos países europeus saídos do afundamento do Império Austro-húngaro, do Império Russo e a política internacional levada a cabo pelo presidente dos EUA Woodrow Wilson com os seus 14 pontos que punham na moda o princípio de autodeterminação dos povos.

Estelada Blava, bandeira do movimento independentista catalão

Esta bandeira tem vários modelos segundo os partidos e as diferentes ideologias políticas, variando na sua estética as cores do triângulo e da estrela. Nao incluímos essas variantes por ser a chamada Estelada Blava a que vai triunfando sobre o resto de esteladas.

Posteriormente, já em épocas recentes, o genealogista catalão Armand de Fulvià i Escorsa, presidente da Instituició Catalana de Genealogia i Heràldica e assessor da Generalitat em materia heráldica e vexilológica, diz que a autêntica bandeira dos Países Catalães é a das quatro barras vermelhas, arguindo que todos os países catalães têm uma representação particular da bandeira comum e sendo o Principado o único território que não tem um particular. É assim que diz que ao Principado poderia-lhe ser reconhecida a sua própria bandeira identificando-a com a simbologia do Condado de Barcelona que inclui a Cruz de São Jorge. Mas é finalmente a estelada a que vai ocupando um espaço comum a todos os Países Catalães como bandeira de conjunto.

Bandeira do Principado com a Cruz de São Jorge ou Creu de Sant Jordi.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...